qua. abr 1st, 2020

cuboPOP | Últimas notícias da música, cinema e TV

Música pop, cultura, famosos, televisão, TV, cinema, geek, games, tecnologia

Saiba tudo sobre Find Me, continuação do livro e filme Call Me By Your Name

Call Me By Your Name

Obra foi adaptada ao cinema há dois anos. (Imagem: Reprodução)

Já se passaram doze anos desde que André Aciman escreveu a sua obra mais famosa: Call Me By Your Name, também conhecida como Me Chame Pelo Seu Nome, romance homoerótico que foi delicadamente adaptado para os cinemas em 2017, sob direção de Luca Guadagnino.

O filme, aclamado universalmente pela crítica europeia e americana, foi indicado a quatro prêmios Oscar, venceu a categoria Melhor Roteiro Adaptado e conseguiu impulsionar a carreira do nosso queridinho Timothée Chalamet.

No final de outubro deste ano, o autor original André Aciman finalmente publicou a continuação oficial da história iniciada há mais de uma década. O novo livro se chama Find Me (Me Encontre, na versão brasileira já traduzida por Alessandra Esteche e à venda pela editora Intrínseca).

Agora, passado um mês desde que o livro foi lançado, a revista eletrônica POPSUGAR preparou um artigo com detalhes e spoilers a respeito da história. Se você não quiser esperar o seu livro chegar pelo correio (ou que a nova adaptação já confirmada chegue aos cinemas), continue lendo o nosso texto abaixo.

Atenção: Spoilers a seguir

De acordo com a jornalista Emily Forney, o novo livro aborda as “muitas vidas” dos personagens que já conhecemos. O novo volume também explora de maneira mais explícita as limitações temporais e espaciais do romance de Elio e Oliver. Levantando questionamentos a respeito da diferença de idade entre eles ser ou não um impedimento que obrigue ambos a morarem em continentes diferentes. Além de nos aprofundarmos mais na relação de pai e filho entre Samuel e Elio.

Find Me é dividido em quatro seções: Tempo, Cadenza, Capriccio e Da Capo. Estes são termos musicais, e fazem sentido de acordo com qual personagem narra cada parte.

Primeira parte: Tempo

A primeira parte, Tempo, é narrada por Samuel, o pai do Elio. Passados vinte anos desde o último livro, Samuel é um professor e está fazendo uma viagem a Roma para reencontrar o filho e apresentar uma palestra. No trem ele conhece uma nova personagem, Miranda, que possui metade da idade dele e passam o dia juntos conversando após chegarem em Roma. Há entre eles uma tensão sexual implícita, que funciona como uma projeção e revisita às mesmas temáticas da idade que já acompanhamos entre Elio e Oliver. Samuel e Miranda logo se tornam íntimos e a sua história flui ao longo do restante do livro, como um ciclo entre os mais velhos refletindo sobre os mais jovens e querendo capturar a juventude.

Segunda parte: Cadenza

A segunda parte, Cadenza, é narrada por Elio, cinco anos após a parte anterior. Ele é um pianista talentoso e bem sucedido que vive em Paris e conhece o novo personagem: Michael, um homem rico com o dobro da sua idade. A temática novamente se repete e atravessa toda esta parte. No relacionamento, enquanto Michael é cauteloso, Elio é impulsivo, e ambos se envolvem num rápido caso de amor. Essa parte é marcada pela mistério de uma partitura musical que o pai de Michael o deixou. Elio conclui que a partitura é uma cadenza, ou seja, uma amostra de música de artistas famosos que não as terminaram e permitiram que outros músicos completassem o que faltava. Michael descobre que seu pai possuiu um caso com outro homem, e cria um paralelo entre as semelhanças das suas histórias. Michael e Elio percebem que as suas histórias e tempos não se encaixam. Elio não corresponde aos sentimentos de Michael e decide viajar aos Estados Unidos para ver o Oliver.

Terceira parte: Capriccio

A terceira parte, Capriccio, é narrada por Oliver, vinte anos após os eventos do primeiro livro. A parte se passa numa festa de despedida de Oliver porque ele vai se mudar de Nova York para New Hampshire. Mesmo sendo casado, Oliver se interessa por duas pessoas da festa, um homem e uma mulher. Durante a festa, um colega começa a tocar piano, a mesma música que Elio havia tocado para Oliver. Ele se lembra e começa a imaginar uma conversa entre eles. Oliver percebe que é infeliz e que incomoda este assunto não terminado da sua vida. Ele decide voltar para a Itália ao encontro de Elio.

Quarta parte: Da Capo

A quarta parte, Da Capo, volta para o ponto de vista de Elio. Ele vive na Itália, na mesma vila onde se passa o primeiro livro, próximo de Miranda, sua madrasta. Samuel faleceu, mas antes teve um filho com Miranda que também se chama Oliver. O mesmo nome utilizado tanto para o amante de Elio quanto para o seu meio-irmão parece ser uma representação de que a vida é um ciclo. O Oliver mais velho retorna à Itália, os personagens se reúnem e compartilham experiências. A reflexão final se dá com os personagens compreendendo que as gerações anteriores possuíam limitações que eles são precisam repetir e são capazes de evitar.

Ao final da análise, surge um questionamento: com tantas passagens de tempo, é possível que Elio e Oliver não sejam interpretados por Timothée Chalamet e Armie Hammer no novo filme.

Sinopse oficial

Por fim, confira a sinopse oficial do livro, divulgada pelo site da editora Intrínseca:

Samuel está a caminho de Roma para encontrar seu filho, Elio, agora um pianista renomado. O acaso, no entanto, se encarrega de adiar a reunião familiar e faz com que Samuel desembarque na cidade eterna acompanhado de um novo amor e cheio de planos para novas temporadas em sua casa de veraneio.

Elio logo se muda para Paris, onde vive mais um romance, enquanto Oliver, agora pai de família e professor na Nova Inglaterra, nos Estados Unidos, cogita enfim cruzar de novo o Atlântico. O que o move inesperadamente são os primeiros acordes de uma música que o transporta no tempo para dias de idílio na Itália.

Nesta retomada fascinante e tão aguardada da jornada de Elio e Oliver, André Aciman revisita seus personagens com a mesma delicadeza e pungência de Me chame pelo seu nome, trazendo-nos de volta ao relato do que há de mais perene em matéria de sentimento. Dos detalhes íntimos às nuances emocionais, Me encontre nos mostra do que é feita a substância da paixão e nos pergunta se, de fato, um amor verdadeiro pode perecer.

Relembre o trailer do primeiro filme:

Espalhe a palavra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *